O Pequeno Príncipe - YabloG!

O Pequeno Príncipe

janeiro 11th, 2005 | Por Fábio Yabu em Sem categoria

Sabe quando você sabe que um livro é bom? Quando depois de lê-lo você começa a associar com tudo que está à sua volta.

Um dos livros que têm esse poder fenomenal é o Pequeno Príncipe, que certamente você já leu, do contrário eu já teria apertado um botãozinho escondido na minha cadeira e te mandado pro meu calabouço, com direito a um som engraçado e risadas forçadas ao fundo.

É um livro mágico, assustadoramente simples e transformador. Alegre e triste, muito triste. Ele te abre os olhos e faz ver que as pessoas não podem reconhecer o desenho número 1, porque foram corrompidas e diminuídas pela sociedade. Porque deixaram de ser pessoas e se tornaram empregos, deixaram de ver o próximo e passaram a ver só roupas. Por isso faço questão de usar camisetas surradas e calças amassadas na maior parte do tempo. Escandalizei algumas pessoas muito queridas no último Ano Novo, ao aparecer com uma velha camisa branca da Hering. Ficaram tão preocupadas com o que eu vestia que quase esqueceram de comemorar. E é lógico, isso só serviu pra eu fazer ainda mais birra e continuar esculhambado. Oras.

Não que eu ande “maloqueiro” o tempo todo. Bom, na verdade eu ando. Mas e daí? Eu não sou o que visto. As roupas não fazem o homem, e se o porteiro do meu prédio quiser continuar achando que eu sou o “rapaz da informática”, fazer o quê?

As associações com o livro vão muito mais longe. Basta olhar à sua volta e ver que o mundo está cheio de bêbados, reis, homens de negócios. Cada um preso a um planetinha minúsculo. Às vezes eu me assusto quando vejo gente da minha idade, que cresceu e estudou comigo, mas que morreu, lá atrás e hoje é um corpo inerte numa baia de escritório. É difícil lidar com isso.

Mas não cabe a mim julgar ninguém. Cada um faz de sua vida o que acha que é certo. Eu vou sair por aí procurando o Pequeno Príncipe. Dizem que ele mora no fundo do mar. Talvez a Polvina o conheça, da próxima vez que eu encontrá-la vou perguntar.

Apenas um último comentário: pra mim, “O Clube da Luta” é o Pequeno Príncipe para adultos. Não acha? ^_~

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.

Um comentário

  • antonia says:

    Tenho verdadeira paixao pelo pequeno prncipe Acho a obra mais valiosa que j li, embora no tenha lido muitas.
    Quase morro de chorar e chego a sentir o que ele sente.Retrata todas asvidas, os sofrientos, as batalhas dirias e principalmente amor e amizade.
    Parans a voc, que tem um corao to sensvel, os homens geralmente so mais frios.
    adorei encontrar algum com a alma to transparente….



  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube