Calvin & Haroldo, gibis legais e afins - YabloG!

Calvin & Haroldo, gibis legais e afins

fevereiro 22nd, 2007 | Por Fábio Yabu em Sem categoria

Nos US and A e na Europa, você praticamente não vê gibis nas bancas, salvo coisas muito específicas como Witch e… Witch. Mas nas livrarias o papo é bem diferente, a Fnac por exemplo tem corredores enormes abarrotados de tudo quanto é tipo de mangá, quadrinhos europeus e americanos. Praticamente tudo lá é lançado em formato livro, de obras-primas como Sandman a coisas bizarras como “A saga do meio-irmão que na verdade era primo do sobrinho do Ciclope dos X-Men com a Lupina dos Novos Mutantes – Versão Ultimate 2099 Action Fuckin’ Edition Unlimited Crisis“. Nesses mesmos corredores também é possível encontrar action figures, camisetas, pôsteres, toda sorte de traquitana capaz de levar qualquer um à falência. Eu mesmo gastei suados euros em bonecos do Lanterna Verde que hoje integram minha coleção.

comicbooks.jpg
Seção de quadrinhos numa livraria em Paris

Aqui no Brasil o fenômeno se repete. Principalmente porque, depois da Internet, toda a mídia impressa está tendo que se reinventar, da revista Veja a Maurício de Sousa. Honestamente, tenho cada vez menos motivos para comprar revistas, as únicas que ainda levo pra casa de vez em quando são a Trip, a Rolling Stone, e a Nintendo World, e olha que essa é mais por carinho mesmo. As revistas semanais e os jornais então nem se fala, as demissões voluntárias ou não estão ocorrendo aos montes nas redações, enquanto a web está rapidamente se tornando a fonte número 1 de informação.

Gibis então, coitados… vendem cada vez menos, cada vez mais caro. O último gibi que comprei em banca foi… foi… juro, não lembro. Tirando o da Mônica que comprei esse mês, deve fazer mais de três, quatro anos. Se na época em que eu fazia gibis a Abril foi tachada de louca ao lançar revistas que custavam 10 reais, hoje sua sucessora Panini já bateu os 80 (!!) em edições especiais. Meu, 80 reais num gibi. Eu não compraria nem se ele fosse de ouro forrado com diamantes, desenhado por Frank Miller com o próprio sangue de Cristo.

Eu sempre fui meio contra isso. Sempre achei que gibi tinha que ser barato, que pudesse caber no orçamento de um guri que ganha 10 reais por semana do pai. Por isso as revistas dos Combo Rangers eram baratinhas (R$ 2,50 a R$ 4,50) e como vocês sabem, feitas com muito carinho (caceta, já vai fazer 5 anos que parei!). Não chegaram a dar (muito) prejuízo, mas a falta de lucros inviabilizava sua continuidade. O resto vocês já sabem.

Hoje, o cerco continua apertando nas bancas. E os gibis a ter cada vez menos espaço, porque são caros, vendem pouco e têm uma logística que não ajuda em nada: metade do preço de capa vai pro jornaleiro e pra distribuidora, o resto volta pra editora que precisa cobrir todos os custos astronômicos de edição, impressão, licenciamento, etc. E o gibi tem que vender em um mês antes de ser recolhido para dar lugar à nova edição, se é que ela virá.

Aí você se pergunta: “Mas porque diabos tem gente lançando gibi nesta vida maledeta?”. Eu não sei, viu. Não faço a menor idéia, me parece realmente coisa de maluco. Tanto que editoras como a Conrad, Pixel e Devir lançam a maior parte de seus produtos direto para as livrarias, um ambiente muito mais saudável e inteligente do que as bancas. Um livro pode ficar anos exposto numa livraria ao invés de apenas um mês das bancas, ou seja: as chances de vender são muito maiores, ainda que o retorno se dê num médio/longo prazo. E ainda tem a vantagem de que, se um álbum de quadrinhos vende bem, a livraria compra mais. Já republicação de gibis em banca é algo mais raro que enterro de anão.

A elitização do mercado tem sido inevitável, já que os álbuns legais custam entre 20 e 60 reais em média. Não existe mais o sonho de gibis para todos. Gibi não é mais coisa de criança, é coisa de rico, lembrando que rico no Brasil é quem tem televisão, computador e internet ou uma assinatura de jornal em casa.

Em compensação, a elitização tem tornado viáveis coisas que antes eram impossíveis de se imaginar, como a edição encadernada de 300, a coleção Sandman e o maravilhoso, mega boga, chuta bundas… Calvin & Haroldo, que terá todas as tiras publicadas pela Conrad.

Gente, Calvin & Haroldo é sem sombra de dúvidas uma das tirinhas mais geniais de todos os tempos. Os diálogos são simples, apaixonantes e carregados de filosofia, aliás, de vez em quando se vê tirinhas da dupla em livros e apostilas da disciplina. Deveria ser leitura paradidática, se é que já não é. A primeira edição, “O mundo é mágico“, tem 165 páginas de puro encantamento, por justos R$ 44,00. A edição é muito bem feita, como já era de se esperar da Conrad, mas faltou uns “extras”. Tudo bem que a dupla dispensa apresentações, mas seria legal uma introduçãozinha barra prefácio do autor ou alguém conhecido. Outra coisa que eu me incomodou um pouco foi o tamanho (largura) do álbum. É meio incômodo para ler deitado ou mesmo sentado num sofá, já que ele ocupa seu colo todo e eu particularmente morro de medo de criar orelhas ou amassar a capa. Eu faria um álbum um pouco menor e com capa dura para evitar esses probleminhas. Tirando isso, é puro deleite.

calvin_capa.jpg

Aproveite e compre na promoção do Submarino por apenas R$ 35,90!

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.

15 Comentários

  • danieli steinheuser says:

    oiii,legal

  • Marcos says:

    Isso de se a web vai terminar com a mdia impressa j se discute h tanto tempo, mas acho que no vai acontecer. E depois, que graa tem ler um gibi numa tela de micro? Posso ser saudosista, mas no tem como comparar um livreto que voc abre em meio segundo e leva pra onde quiser com um micro. E quanto a colecionar arquivos virtuais?
    Fala srio, daqui a pouco vou ter que beijar a foto da minha namorada tambm, tudo em nome do virtual…
    Mas me interesso muito em saber como terminar essa histria toda: esperamos gibis baratos mas tambm bons roteiros, qual ser a sada?

  • Elaine says:

    Ol,

    Adorei o que voc escreveu, contudo tambm estou aqui pedindo ajuda.
    Voc tem alguma imagem do Calvin mais ou menos em 15 cm? Tenho um afilhado que est fazendo uma prancha e queria colocar a imagem dele, mas para isso tinha que ser nessa altura e ntida.
    Desculpe, pedir-lhe isso, mas ele como se fosse um filho e est precisando disso at quinta-feira (08/3).
    Obrigada pela ajuda.
    Um abrao
    Elaine

  • Antonio Grotz says:

    “tenho cada vez menos motivos para comprar revistas”?? Triste ouvir isso, num momento mpar do mercado editorial brasileiro. Hoje temos publicaes de altssimo nvel sobre histria, cincias, astronomia, filosofia, sociologia, literatura, arte, poltica, cultura… Do que voc sente falta, de mais revistas sobre video-game? Desculpa a “cutucada”, mas respeito-o como um formador de opinio a partir do momento em que este texto pblico e os leitores respeitam o seu ponto de vista. Por isso, acho importante chamar ateno para essa sua colocao.

  • vinicius says:

    realmente os quadrinhos sao muito caros…. dificil comprar, mas a gente tenta….
    queria q aqui na minha cidade tivesse pelo menos uma livraria decente, mais nada…..
    e o livro do calvin ja ta comprado, chega em 3 dias uteis segundo o submarino…. sempre fui fa! tive acho q uns dois livros dele (acho q um era “o progresso cientifico deu tilt” (ou coisa parecida)…

  • Cilon says:

    [Comment ID #9781 Will Be Quoted Here]

    Na verdade o Fabio um rapaz da informatica que foi parar na mafia. Ento quando as pessoas no pagam… ele vai l e instala o Window Vista* na casa delas!

    Fabo mau, Fabo mau!

    *As configuraes do Windos Vista so: sempre +512 sobre o que vc tiver de ram, video e processador
    E como todos os windows recentes, vem com um modo de desisntalao pratico e agil …

  • Puxa, que medo, eu sempre pensei que o Yabu vivesse de renda at hoje!

    Quanto aos quadrinhos, faz um ano que eu no compro um daqueles inditos, dos que custam sete paus. Ultimamente, s aqueles de 2,50 mesmo, do Homem-Aranha e do Quarteto, que a Panini deu pra lanar.

    Gostar a gente gosta, querer a gente quer, mas ou a gente compra quadrinhos ou comida!

  • Filyppe says:

    [Comment ID #9781 Will Be Quoted Here]

    Sabia que voc usava o computador do seu servio.
    Ningum passa tanto tempo em casa mexendo na internet.
    Quer dizer… Talvez eu.
    E Yabu, pelos seus desenhos… Voc devia pensar em fazer um quadrinho tambm. Voc desenha bem.
    Quadrinhos podem ser sua porta aberta para encontrar a Karina Bachi, afinal, ela tambm escreve livros com desenhos.
    Mas diz a… Nesse credirio onde vc trabalha, vocs se vestem como o Agente Smith?

  • Lila says:

    [Comment ID #9781 Will Be Quoted Here]

    assim que chama agora ser da mfia, m? :P

  • cara, vc falou tudo. Muito boa tua analise. uma pena, e me sinto um pouco culpada, pois o album mais barato da VL era o bone a 18,00 naquela epoca. Mas continuo comprando nas bancas alguns mangs, e obviamente sou rata de sebos. Encontro coisas mto boas.

  • Fbio Yabu says:

    [Comment ID #9774 Will Be Quoted Here]

    Na verdade eu trabalho numa companhia de credirio. Quando as pessoas no pagam pelo que compraram, eu vou na casa delas e retiro o produto. :P

  • Danilo. says:

    “E s pra constar Yabu, voc escreve muito bem.
    J pensou em fazer disso uma profisso?”

    U, achei que era essa sua profisso! oO’
    xD

  • Filyppe says:

    Nem sei se pode, mas vou deixar aqui um link pra quem pira com Calvin e Haroldo, mas mal tem dinheiro pra pagar a conta da banda larga.
    Com vocs, o Depsito do Calvin:
    http://depositodocalvin.blogspot.com/
    E com t promoo.

    Os prmios so:
    1 Lugar – O livro “O Mundo Mgico”, editora Conrad
    2 Lugar – O livro “Progresso Cientfico…uma Treta”, editora Gradiva

    Vale a pena conferir.
    E s pra constar… Yabu, voc escreve muito bem.
    J pensou em fazer disso uma profisso?

  • VItor says:

    no sei muito bem o que escrever mais quero deixar registrado que adorei esse post.

  • Hurley says:

    timo post, parabns.
    quem dera ter essas livrarias por aqui…mas j me contento com a Cultura mesmo…



  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube