Quando o pirateado é você - YabloG!

Quando o pirateado é você

fevereiro 18th, 2010 | Por Fábio Yabu em Crônicas | Criações


Foto por @fagnerfey

E eis que a pirataria chega ao Mundo de Salácia. Minhas queridas Princesas do Mar já estão sendo vistas em camelôs Brasil afora, sob a forma de produtos de qualidade duvidosa.

Mas não são todos, visse? Alguns produtinhos até são simpáticos, como peças artesanais que eu nem considero pirataria. Já outros têm escala industrial, e até peça de teatro rolou no Rio de Janeiro. E num típico clichê de como a vida imita a arte, vieram risadinhas de todos os cantos dizendo: “Ah, tu baixou LOST, agora toma!“.

Pra começo de conversa, como diz a minha sábia avó: “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!“. Baixar um seriado da internet (cujas razões já elucidei aqui) e produzir bonequinhos na China e mandar pra cá por container são coisas bem  diferentes.

Mas, se quer mesmo saber, eu pouco me importo com qualquer uma das duas.

Não, eu não acho pirataria uma coisa ruim, não estou muito preocupado se estão me copiando na Alemanha ou na 25 de março.

Dizem que a pirataria tira empregos. Deve tirar, mesmo. Mas pra mim, o que é muito mais perigoso que a pirataria e que realmente tira empregos é gente morrendo de medo de perder o seu. Gerentes, diretores e produtores escondidos atrás de planilhas e livros de auto-ajuda empresarial, que não arriscam, não criam, não vivem, enquanto as massas fogem de seus produtos e métodos de distribuição engessados e preguiçosos. Emburrados, fazem bico e nos chamam de criminosos porque assistimos nossas séries de TV pela internet.

Veja os DVDs de Princesas do Mar. Alguns podem achar que, onde tem DVD tem pirataria – mas é justamente o contrário! Os únicos países que pirateiam os episódios de Princesas do Mar são aqueles onde NÃO tem o DVD: Alemanha e Austrália. Na França, já estamos no sexto volume, encontrado facilmente em qualquer loja. A América Latina, o temor dos donos de copyright, tem o DVD há mais de 2 anos, vendido baratinho em bancas na Argentina e no México e até agora, não tem nem sinal de DVD pirata. Uma hora vai chegar? É provável, mas o original vai ganhar de lavada, seja em qualidade ou distribuição.

“A pirataria é sinal de sucesso”, diz o senso comum polianesco. Não exatamente. A pirataria é sinal de que alguém não está trabalhando tão bem quanto deveria. Alguns dos produtos piratas de Princesas do Mar chegaram ao mercado meses ou até ANOS DEPOIS de muitas fábricas terem se negado a produzí-los. A pirataria não é algo mágico que simplesmente brota nos semáforos da cidade em forma de um balão gigante do Barney, muito menos algo que acontece debaixo dos panos.

De um lado, temos o pirata: um cara que não é bem informado, não é um gênio com bola de cristal. Ele é mais lento, tem menos instrução, muito menos recursos e valha-me Deus, tem muito mal gosto. Mas ele simplesmente escuta o que o público quer, corre atrás e lança o produto. Do outro lado, temos o executivo que fica enfurnado numa sala fazendo powerpoint, tirando caquinha do nariz, esperando a próxima feira ou seminário da firma. Que perde oportunidades, engessa e, lentamente, mata a indústria por medo de mudar. A pirataria tira empregos? Graças a Deus!

Em tempo, você pode comprar os produtos de Princesas do Mar, todos lindos e originais, aqui. :)

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.

50 Comentários

  • Lenia says:

    Ola sr. Fbio. impossvel esta detendo a pirataria. Eu sou dona de um blog, chamado estrelas do futuro. E gostaria de fazer uma Entrevista das Princesas, seria uma tima postagem no Blog, voc concorda? me envie a resposta por email.. Obg

  • Fernando Favacho says:

    Yabu meu caro, claro, existe como voc falou a ineficincia dos empresrios. Mas acho que faltou voc considerar a alta carga tributria: o DVD um dos produtos mais tributados, pra voc ter uma idia apenas artigos de alto luxo, como jias, ou aqueles em que se quer encarecer para desincentivar, como cigarros. Governo trata cultura como luxo ou vcio hein!

    No posso dizer que DVD pirata gera desemprego porque por essa mesma razo (alta carga tributria) que no se tem empregos – j viu quanto custa empregar algum, n?

    Desculpe pisar tanto no assunto… sou seu f h muitos e muitos anos e tambm professor de direito tributrio, a no poderia deixar de falar disso :)

  • Rodrigo Takehara says:

    , como disse algum co-fundador de uma empresa de sucesso que eu nao me lembro o nome, “No se preocupe compessoas copiando seu trabalho, preocupe-se quando elas pararem de copiar”

    ahuauh, e baixar coisas na internet evitam o lixo das embalagens, manuais e CDs! viva o verde!

  • Caio Freitas says:

    Ah, tu baixou LOST, agora toma!

    Brincadeira… timo texto, Fbio

    E lembre-se: eu ia em voc fcil

  • O Porra Combo Rangers foi criado. A url :
    http://porracomborangers.tumblr.com/

    Aguardem, logo comearemos nossa mobilizao.

  • Yabu.
    Peo desculpas se eu vier a me exceder, mas hoje eu estou em excesso para falar sobre isso.

    Meu nome Rafael, tenho 19 anos, dos quais metade, ou mais, foram consumidos numa fantstica mania por Combo Rangers.

    Me lembro quando tinha 12 anos, a apenas 7 anos, e a professora pediu que eu escrevesse uma redao sobre o meu super heri favorito. Enquanto quase toda a sala escreveu sobre os Batman, o Capito Amrica e outros, eu escrevi sobre o Poderoso Combo e seus alunos, no esquecendo de citar os personagens secundrios mas importantes, como a Maya e o Doutor Cooper.

    Hoje, depois de anos, consegui ler as duas ultimas revistas dos Combo Rangers lanadas, pela Panini. Nesse tempo todo, eu nunca tinha conseguido pegar as revistas, e evitei com todas as foras deixar que qualquer um que soubesse a histria me contasse antes que eu mesmo pudesse ler.

    E devo dizer que eu me segurei para no chorar. A muito tempo eu no tinha essa sensao de nostalgia. A ultima vez, estranhamente, tambm bate com o assunto, pois foi quando eu encontrei a impresso preta e branca que eu fiz de uma imagem do site dos comborangers, onde, em meio a dezenas de perguntas, estava l a minha, respondida.

    Hoje, venho escrever no como um simples f. Venho como um provocador. Pois acho que, talvez, voc esteja em dvida comigo e com outros fs. No quero parecer spero de mais, longe de mim cobrar de voc algo que no depende apenas de voc.
    Mas quero te pedir para que voc nos mostre que falava srio quando prometeu continuar lutando pelos ComboRangers.

    A srie online acabou bem no meio de uma saga, e os quadrinhos pararam com num momento de grandes reviravoltas para a trama. Logo teremos o aniversrio de 10 anos dos quadrinhos. O dos Combo Rangers j passou, e meio apagado.

    Mas no pense que vou deixar estar por essa mensagem. Conheo voc e como voc gosta da interao do pblico. Ento, prometo a voc, apenas para comear, a criao de um tumblr, o “Porra Comborangers”. O link vai a em cima, como meu website.

    Alm disso, vou movimentar o mximo que eu puder o orkut, o msn e outras formas de comunidade, procurando criar um respaldo. Comborangers tem muito mais fs do que voc imagina, Yabu.

    E eu toro para que hajam novas histrias. Por que nada que possa me animar dessa quantidade pode ser ruim.

  • Jnior says:

    Sou contra a pirataria de dvds e variados. Geram desemprego e acho antitico. J em relao aos downloads, acho que no h problema, desde que no haja comercializao do mesmo e, geralmente, quando eu baixo algo e gosto, sempre opto por comprar o original depois.

    Parabns Yabu pelo seu sucesso extremo. Ainda no pude acompanhar Princesas do Mar, mas assim que eu encontrar nas lojas, comprarei sem hesitar. Sou seu f desde a poca dos Combo Rangers (que marcaram minha vida, por sinal) e desejo que sua carreira seja cada vez melhor.

    Abraos.

  • Bruno Mazzotti says:

    Fala, Yabu.

    Muito bom seu texto sobre pirataria. Mas quem fala aqui o Fox de verdade. Pelo menos por alguns dias. Saiba que continuo lutando Karate, virei diretor de arte e pai de uma menina linda, de 1 ano e 2 meses. E assim que ela crescer um pouco e comear a entender o que eu falo, contarei com maior orgulho pra ela que j fui um super-heri um dia. Ou melhor, alguns dias.

    Grande abrao.

    Bruno

  • Gui_Pastor says:

    Caramba faz tempo que eu no passo aqui ,
    BOm texto =)

    Yabu , se voc tiver tempo , faa algo do estilo Big brother bonequinho de novo :D
    PLEAASE

    ou qualquer coisa que nos faa Rir , por que voc bom de comdia e vc sabe disso xD~~
    tirando as piadas auto-depreciativas que acho que ja saturaram =)

    Abrao e desculpa pela encheo de saco ,

    Ps. um dia ainda serei pirateado XD

  • O reconhecimento dos direitos autorais ainda grave no Brasil. Navegando pelo seu blog percebi que tinha comprado uma cola das “princesas do mar” espero que a empresa tenha recompensado e reconhecido seu trabalho.
    Abraos!

  • Fbio, que faca de dois gumes;

    certo que Princesas do Mar atingiram o sucesso, pois se esto na 25 no resta dvida.

    Desta forma a arte abrange diferentes nichos, mas o problema quando esta demanda prejudica quem dificilmente tenta trabalhar dentro das leis inventadas por quem talvez no entenda muito de arte.

    Os impostos deveriam ser menores? A fiscalizao deveria ser mais eficaz?

    Sinceramente, concordo contigo, e acho que nosso sistema precisa ser repensado. Certamente no quero financiar o trfico, quando encontrar um produto de minha criao na 25 terei certeza de que consegui atingir todas as classes.

    Parabns pelo trabalho!

  • Clara says:

    Favor, moderador, apagar texto anterior, com muitos erros de digitao UU

    Muito bom o texto:-)

    Bem, pirataria algo complicado pois ela existe porque algum compra, e esta pessoa no faz isso por mal, geralmente ela faz isso na maioria das vezes por no ter dinheiro pra comrar algo original ou por simplesmente no ver a importncia de comprar coisas originais pra no alimentar os mercados de trfico. Uma me compra uma Barbie de camel pra filha pois custa dez reais e ela faxineira e me solteira e no tem dinheiro prar comprar a Barbie de 60 reais. Acho tambm que a pirataria consequncia da desigualdade social, creio que a soluo pra pirataria as pessoas terem mais estudo para ganharem salrios melhores, e ser conscientizarem do prejuzo social presente no consumo destes produtos.

    isso:X

  • Clara says:

    Muito bom o texto:-)

    Bem, pirataria algo compicado pois ela existe pq algum compra, e esta pessoa no faz isso por mal, geralmente ela faz isso na maioria das vezes por no ter dinheiro pra comrar algo original ou por simplesmente no ver a importncia de comprar coisas originais pra no alimentar os mercados de trfico. Uma mo compra uma Barbie de camel pra filha pois custa dez reais e ela faxineira e me solteira no tem dinheiro prar comprar a Barbie de 60 reais. Acho que a pirataria consequencia da desigualdade social, creio que a soluo pra ela as pessoas terem mais estudo para ganharem salrios melhores, e ser conscientizarem do prejuzo social presente no consumo destes produtos.

    isso:X

  • Pirataria no tem nada a ver com democratizao, falta de carter e educao mesmo (muito mais do que a pura falta de dinheiro).

    Excelente artigo.

  • Ulisses Belleigoli says:

    Gostei muito de sua reflexo sobre a pirataria. um tema que ainda vai render muita polmica nos prximos anos.

    By the way, no conhecia seu trabalho, mas fiquei mexendo no Blog e vi que voc muito foda!!! Parabns pelo sucesso!!!
    Abrao

  • ChicOrtiz says:

    Gnio! Putz texto parabns!

  • Paulo says:

    Mariana disse:
    “A indstria de pirataria alimenta o trfico e o crime organizado (especialmente os de DVD e td mundo sabe disso)”
    ————————————-
    Qual, ainda tem gente que cai nessa conversinha? A classe mdia brasileira me surpreende cada vez mais…
    Pirataria sinnimo de democratizao cultural. No faz muito tempo, no era problema gravar uma fita cassete com musicas da rdio ou a seo da tarde no vhs. Agora isso j configura como crime. Nos States, se voc baixar mp3, tu corre o risco de leva uma multa milhonria (http://www.estadao.com.br/noticias/geral,americana-e-condenada-a-multa-milionaria-por-pirataria,389998,0.htm). Absurdos da vida. Daqui a pouco vo impedir as pessoas de cantar no chuveiro sem ter pago copyright.

    Quanto aos brinquedos, compreensvel que no todo mundo que tenha 100 reais pra comprar uma boneca do neto, sobrinho ou filho. Ainda mais num pas como nosso, assolado pela desigualdade social.
    Alis, discutir pirataria num pas que mal e porcamente tem saneamento bsico meio escroto.

  • Marcelo Mesquita Marinho says:

    Yabu!!!

    1) sou f dos COMBORANGERS!
    2) nunca li ou vi nada das princesas do mar..mas pelo que eu pude notar vc agora esta mto melhor,n
    3) piratear nem sempre esta ligada ao lado do trafico,viu isso coisa que a industria midiatica produz.!!!

    E..pra finalizar quero dizer que ,como sempre, teu texto esta muito bom e sempre escreve de forma embasada e sem perder o teor do humor.
    Te desejo muitas felicidades , $uce$$o e..espero que algum dia os combo possam renascer,n

  • Link says:

    “Excelente texto Yabu! Desculpe a pergunta, mas voc considera os ComboRangers uma forma de pirataria dos originais Power Rangers (ou mesmo Super Sentais)?”

    Nossa, Jaboato, vc pegou pesado nessa, hein?

  • Carol says:

    Esse tipo de bonequinha de plastico ( que os piratas produziram com antecedencia ) um tipo de brinquedo muito interessante. Com certeza se tivesse bonequinhas das princesas originais desse tipo, bem feitinhas e durveis, eu compraria. =D

  • Orlando says:

    Toca o alarme de “Hipocrisia Zero” pro Yabu!

    tima reflexo. Falar de pirataria quando se usufrui dela muito fcil, mas quando voc a vtima, a histria muda, e nem por isso voc perdeu a linha e virou pro lado da lio de moral. De qualquer forma, espero que isso s sirva para impulsionar mais ainda o seu trabalho. Parabns!

  • Yabu, vc tem toda razo. Recentemente precisei comprar um software da Adobe e um da IBM. Simplesmente NO CONSEGUI COMPRAR!! Tenho certeza de que seu eu for na 25 compro rapidinho e baratinho. Pirataria e sinal de falta de acesso!! Abs

  • Paul says:

    Yabas, o melhor da histria a lucidez que s voc consegue manter sobre a coisa toda. Concordo com tudo que voc falou, principalmente com a comparao do executivo bundo e o pirata de mau gosto. A diferena de quem acredita no que ouve, no sentimento em relao a alguma coisa e no power point de alguma consultoria ridcula que custou os olhos da cara.

    No tem lado bom na pirataria. Mas ela s existe porque tem gente ineficaz, deixando de fazer o que deveria estar fazendo, ou fazendo muito mal.

    Mais do que qualquer coisa, a pirataria a prova da falta de capacidade e competncia de quem poderia estar combatendo isso como se deve. Idias inovadoras, bons produtos e preos justos.

    E o lance esse mesmo. No ficar puto com o pirateador das tuas Princesas, por mais filhos da puta que eles sejam. Mas com quem deu a oportunidade para que eles fizessem isso.

  • edmort says:

    A pirataria gera a expectativa de ter o original. Quando o camarada no pode ter acesso ao produto original, de qualidade, recorre ao pirata, mesmo que seja “tosco”.

    Quando h um crescimento financeiro na vida desse cidado, ele abandona o pirata e compra o original. O produto pirata a oportunidade de dizer, agora eu tenho algo parecido, mas um dia vou ter o de verdade.

    A industria do consumo precisa da pirataria, pois ela, ratifico, gera o desejo de ter e mantm esse desejo, pois quem compra algo pirata, seja o que for, ainda visa o original.

    No quesito sries/msicas, eu baixo da internet, mas aquelas sries ou bandas que eu realmente curto, compro CD, DVD, Camiseta, Chaveiro e tudo mais que o meu suado dinheirinho puder prover… e original. No porque eu l queira dar dinheiro para os artistas, mas porque quero algo de qualidade na estante, Tv ou corpo!

    isso, belo texto, parabns!

  • Andre V.H says:

    Pois , a pirataria no nada mais do que uma tendncia tecnolgica.

    Hj em dia mais fcil ter acesso ao contedo e at gravar um DVD em casa com um filme que voc gosta por exemplo. Isso ruim? Eu acho que timo. a tecnologia facilitando a vida das pessoas e permitindo que cada vez mais gente tenha acesso a cultura e informao.

    S que para este sistema funcionar de forma adequada necessrio que a grande indstria reveja seus conceitos. Infelizmente estes conglomerados se negam a sair de sua zona de conforto e ficam dando soco em ponta de faca enquanto vem o imprio desmoronar.

    Acho que o exemplo mais claro a indstria musical. Nunca se consumiu tanta msica na histria e, ainda assim, as gravadoras lamentam uma “crise nas vendas de CD’s”. Caramba, eles esto tentando manter como carro chefe um produto ultrapassado que teve seu auge a mais de 10 anos atrs!!!

    Tm mais que ir falncia mesmo!

  • Alan Daniel says:

    A pirataria est no fato de que, alguem prefere arranjar algo da maneira mais fcil e barata, sem se importar com a legalidade.

  • Jaboato says:

    Excelente texto Yabu! Desculpe a pergunta, mas voc considera os ComboRangers uma forma de pirataria dos originais Power Rangers (ou mesmo Super Sentais)?

  • O termo “pirataria” imprprio, pois remete a atos de pilhagem de navios.
    “Cpia no autorizada” algo bem diferente, no?
    E por falar nisso, j ouvistes falar em Creative Common?

  • lio de mkt da vida! do mkt das ruas! do mkt que vende para outros seres humanos.

    sensacional

  • Andr says:

    Hum…
    Ento quer dizer q o seriado The Office no fico, realidade?

  • Batboy says:

    Muito bom o texto Yabu. Me espanto que ainda no temos cadernos e outras traquitanas de Crepsculo, nem originais e nem piratas!

  • Caraca! Princesas do mar criao sua… se no fosse um RT eu no saberia… meu muleque de 4 anos assiste todos os dias.

    Parabns!

  • Anal says:

    Boa! Artigo bem lcido, sem as afetaes que o assunto provoca.

  • Thati says:

    Certo, s que com relao a Lost eu acredito que dessa vez fizeram sim o dever de casa: a AXN est passando com uma semana de diferena. Ento no d pra esperar uma semana?

  • A pirataria mais que tudo um reflexo da “indstria”, aquele monstro malvado que transforma coisas legais em modelos de negcios para tirar o mximo de dinheiro

    A indstria normalmente no sabe enxergar aquela coisa mgica chamada “valor”, por exemplo, ningum pirateou os CDs s porque eles eram caros, piratearam porque no valia mais a pena

    E quando algo tem valor, como Lost, assistimos os episdios baixados da internet e depois compramos os boxes em DVD para guardar a srie que gostamos conosco

  • cristina says:

    Gostei da tua postura, porque ela reflexo do que voc …Voc um cara bacana!

    Sobre a pirataria, concordo com voc, no d pra comparar mfia dos dvds e a tia que faz biscuit pra enfeitar um bolo.

    Hipcrisia dizer que no concorda com nenhum tipo de pirataria e escrever usando temtica alheia.

    Tenho uma frase que sempre digo aos conhecidos quando esse tema (sempre seguido de flame) aparece…
    Voc no gosta mesmo de pirataria?”Me mostra a licena do teu windows ento.”

    Em tempo, eu no compraria pra minha filha, vai saber que tipo de produtos e tintas foram usados nesse brinquedo.

  • Link says:

    Seu texto bom, faz sentido e nos ajuda a refletir.

    Eu mesmo baixo seriado pela internet e assisto, mas depois deleto.

    O problema que eu tambm tenho medo de ser pirateado. Eu tenho um sonho de publicar um livro, mas quando penso que podem baixar pela internet…

  • Marco Diego Aurlio Mesquita says:

    No se importa que copiem seus produtos? Que tal utilizar licenas mais liberais como as da Creative commons?

  • Henrique says:

    Com humor e dados importantes, voc desmascarou a conversa fiada sobre a pirataria. Parabns pela honestidade e clareza.

  • Raquel says:

    Poucas coisas no mundo me irritam mais que livros de auto-ajuda empresariais! E pensando pelo lado positivo, ser pirateado quase uma homenagem hj em dia! beijos e parabns pelo trabalho inspirados

  • Kamila says:

    Adorei seu texto. Eu trabalho em um distribuidora de DVDs, e tudo o que vc disse faz sentido.

    Parabns,

    bjs

  • cidus says:

    Muito bom o texto, parabns.

    S lembrando: Pirataria de dvds financia o crime as vezes, mas baixar da net “inofensivo”.

  • rogrio says:

    Muito bom o texto. Eu no compro DvD pirata, mas eu gravo quando me emprestam e tambm baixo msicas na net quando acho as que me interessam.
    A indstria deveria achar um meio de evoluir para amenizar a pirataria, diante de seu pblico.

    Cara t numa mania de comprar filmes originais. S nos ltimos meses comprei desde Akira at Ces de Aluguel… Pago por um filme bom. :D

  • Esse o mundo em que vivemos n, essa maldita pirataria que afeta todos ns, de uma forma ou de outra. Sobre baixar Lost, quem acha isso errado um idiota! Quem acha pirataria baixar seriados pela internet, com certeza nem sabe do que est falando, porque se soubesse, saberia que isso totalmente aceito, sendo at uma forma de divulgao dos seriados.

  • POOTA anlise.
    Enquanto uns choram, outros vendem leno – como diria aquele velho clich,

    Mas pelo sua reflexo, d para entender o porqu do seu sucesso.

    Parabns e sucesso sempre.

  • Michel Borges says:

    Nossa, lanaram justamente o que faltava!

  • Mariana says:

    Eu acho ruim ambas as formas de pirataria. Essa que vem l da China ou l onde, e a de DVDs.

    Sou apaixonada pelo seriado Terminator: Sarah Connor Chronicles. Comprei por 70 reais a season 01. Enquanto no chegava no Brasil a 02, eu baixei da net, vi no SBT. Agora esotu juntando dinheiro pra comprar a 02, que j tem a venda por 120 reais. fao questo de comprar.

    Assim como fao questo de comprar jogos originais que eu gosto, como Starcraft, Diablo, Need For Speed, Counter Strike.

    Claro que no d pra rodar a baiana e impedir a pirataria.
    O f*da dela existir que 1) vc SABE que provavlmente as pessoas que trabalhando fazendo esses brinquedinhos provavelmente no recebem um bom salrio sequer possuem registro ou segurana trabalhista. E o mais grave 2) A indstria de pirataria alimenta o trfico e o crime organizado (especialmente os de DVD e td mundo sabe disso)

    Claro que ngm perfeito e andar sempre 100% legla e correto custa bem mais caro do que ir no camel.
    Mas eu acho que chega uma hora que a gente precisa saber o que seria “saudvel” ou no. Comprar brinquedo pirateado de qq jeito risco at pra criana que vc vai presentear.

    No fim das contas, eu acho que o “custar mais caro” financeiramente se torna uma coisa muito insignificante.



  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube