Lost – The End - YabloG!

Lost – The End

maio 26th, 2010 | Por Fábio Yabu em Resenhas


Imagine que você está numa ilha deserta. Não tem fome, mas comeria, nem sede, mas tomaria um suquinho. A brisa acaricia seu rosto e o barulho das ondas aquece seus ouvidos. Em sua mão, está uma garrafa de vinho, como a de Jacob. Você a gira, gira, gira, vira de cabeça pra baixo e, graças à uma rolha, o precioso líquido não sai.

Agora, imagine que o vinho é algo menos vil que o mal encarnado. Trata-se apenas dos lugares comuns, do marasmo criativo, dos pontos de virada, dos casamentos em final de novela, Syd Field. E a rolha é a ilha de Lost – que durante seis anos, impediu que esses males tocassem nossas vidas.

Aí vem um desgramadumafiga e me quebra a garrafa.

Quase tudo já foi dito sobre o final de Lost. Não vou ficar aqui contando quantas horas da minha vida gastei assistindo às seis temporadas (85), exigindo respostas que eu já sabia que nunca viriam, nem discutindo os méritos dos criadores. Vou me limitar a dar a minha opinião, que reflete as dicotomias da série.

Amei o final de Lost. Foi bonito e tocante. Encerrou de maneira digna a jornada de seus personagens, nos deu algum conforto e uma boa dose de reflexão. Em termos narrativos, foi perfeito, satisfez a todos que acreditam no velho papinho de que “é sobre os personagens”, satisfez a quem, como eu, já tinha desencanado dos mistérios, satisfez a dona-de-casa que há em cada um de nós.

Porém, como num flash-sideway, odiei o final de Lost. Com a garrafa quebrada, não teve rolha que segurasse a enxurrada de clichês que atingiu o mundo. Teve beijo, teve “eu te amo”, “eu também”, teve luta (na chuva!) do mocinho contra o bandido, teve reencontro com o pai, não teve casamento, mas teve igreja.

E teve o diabo do purgatório, a verdadeira natureza dos flash-sideways (se você é daqueles que acham que todos morreram no primeiro episódio, por favor, assista de novo). O problema pra mim não foi a saída criativa em si, mas o fato de que qualquer outra série poderia ter terminado com os personagens se dando conta de que estão mortos.

E Lost nunca foi uma série qualquer. Lost transformou palavras como “constante”, “números”, “escotilhas” e “candidatos” em histórias. Bastava um 23 ou um nome riscado aparecerem na tela, para que teorias incendiassem as redes sociais – fenômeno aliás, indissociável da série.

Durante seis anos, Lost ousou em temas como fé, ciência, religião, amor, viagens no tempo, vida após a morte. Palavras que parecem se acotovelar quando colocadas numa mesma frase, usadas para contar uma história. Que pode não ter tido nem pé nem cabeça, mas que nos fez pensar, chorar e, acima de tudo, nos divertir.

Por isso, encerro a jornada grato e satisfeito. Lost terminou sem um final à altura. Mas como disse o próprio Jacob (o maior perdido de todos, cá entre nós), qualquer coisa que acontece antes, é apenas progresso.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.

33 Comentários

  • Jos Alves says:

    OPS!!
    Acabei mandando duas vezes a msg (embora os textos sejam diferentes),quando publiquei a primeira no vi sinal de vida ento pensei no ter tido exit,vejo que me enganei.

  • Jos Alves says:

    Muito bom yabu san!

    Mais uma palavra que se enquadraria no conjunto de palavras que se tornaram marcantes graas a LOST:”OTHERS “ou “OUTROS”,mas acho que nesse caso necessrio que elas estejam acompanhadas do artigo(os ou the).

  • Jos Alves says:

    E devo acrescentar mais uma palavra a coluna de palavras de yabu-san,”the others” ou mesmo “os outros” que dificil (quase impossivel) ouvir e no se lembrar da srie.

  • Clara says:

    Fantstico o texto! Soube do texto pelo nerdcast, e , “O texto definitivo sobre o final de LOST!” [2]

    =D

  • Confit says:

    Eu achei o final muito bom. A mensagem : o que vale a jornada.

    Legal o post, Fbio.

    http://migre.me/ZF8T

  • Pedro Alves says:

    Eu gostei muito do final da srie. Esperava mais respostas, mas ao menos pude me despedir como gostaria de cada um dos personagens.

    @Joao_Vitor, para de frescura. Tambm sou cristo e vejo claramente que foi s uma histria sem qualquer relao com religio alguma. Abra um pouco sua mente :-)

  • Gostei muito do texto.
    Diz muito a respeito do que senti quando vi o ltimo episdio.
    Quanto mais penso na sexta temporada, menos gosto dela. Ao mesmo tempo, assistiria tudo de novo sem nenhum problema.

  • O Texto definitivo sobre o final de LOST! (Alguem tinha que escrever isso aqui).
    timo texto Yabu, Parabns.

  • Giovanni Navarro says:

    Adorei o texto, concordo com tudo.

    Todo cara que assitiu lost vai ter um Mas… Que pode ser de uma nica coisa ou diversas que aconteceram na srie.

    As vezes me perguntam, “por que quando quero ver algo emocionante coloco para assistir o S04E05 de lost”?

    Pq lost isso, dentre tudo que proporcionou algo ficou, e oq fica comoo, gratido, raiva, e muitas outras emoes.

    abraos

  • Marco says:

    me senti ouvindo
    aquela piada do “Chu”
    “Viva o chu, o chu legal…”

  • Rodrigo Russkye Ferreira says:

    Muito bom texto!

  • JB says:

    Cara, umas das melhores e mais “dignas” anlises at hoje, Yabu! A clichezada rebaixou-nos, os fs de Lost, ao posto de “piores que fns de Heroes”… Enfim, no gostei do final porque no me desafiou, tampouco me ensinou praticamente nada. E me emocionou muito menos do que os episdios onde foram criados os mistrios sem soluo.
    A srie em si foi tima, at a 5a temporada. A 6a horrvel mesmo, decepcionante, outra srie.

    E, Joo Vtor, sou cristo reformado e, por favor, peo para que voc pare de defender o Cristianismo como se fosse algo que voc inventou, ok?
    O final que voc sugeriu seria to anti-bblico quanto o final de fato, segundo os seus prprios argumentos. A Bblia no contm purgatrio, e, se eles esto no flash-sideway pra se redimirem, Cristo no considerado na histria e no h Cristianismo nisso, ok?

    E, por favor, com essa boca suja sua no diga que um homem cristo, diga que um garoto cristo.

  • Hiro Kozaka says:

    Concordo em “gelo no mingau”…

    Quer uma dica? Assista Fringe. E’ do mesmo fidumafiga mas pelo menos e’ Sci-Fi e te da’ algumas respostas. A velha recompensa emocional, e por que nao racional, em cada episodio.

  • Pingback: Fbio Caparica » del.icio.us entre 21.04.2010 e 28.05.2010

  • Pingback: LOST: o que se anda dizendo por a

  • Elvia says:

    Outra coisa… que cena foi aquela das pedras rolando no embate entre Jack e Locke??? Parecia mais os aerolitos do chapolim…. hehehe

  • Elvia says:

    Bem, eu acabei de ver o “the end” de Lost… e sinceramente ainda nao me ‘desceu’ muito bem… Fico me perguntando: Eu assistir todas estas temporadas esperando algum tipo de superao, de vencer os mistrios da ilha e enfim eles se libertarem daquilo tudo…. mas no… eles enrolaram, enrolaram e nos deu um “the end” onde todos estavam mortos…MORTOS?!?!
    No, no deu pra engolir esse final!
    Como disseram anteriormente… j que se tratava de um srie de fico… inventassem mais um pouco, pois com suas mentes brilhantes, o que custava depois de tanta baboseira inventada… Poderiam ter libertado todo mundo daquele purgatrio!!!
    E olhe que eu defendia LOST!!!

  • Ana Paula says:

    Hah “conheci” (leia-se tirei uma foto) vc no Kodama :) -btw, mal organizado l hem.. pra te achar foi como atravessar o labirinto do fauno d costas hahuah- mas the end! era bem uma coisa q eu queria saber.. oq vc tinha achado do final d lost. Poxa vida, eu estava pronta pra todo esse papo de no vo responder as perguntas.. n vo explicar novos mistrios.. no vai fazer sentido .. blabla. Mas eu me surprendi mesmo assim. Se essa era a tarefa para um final de lost, que seja. Acho que foi um episdio bom o ”the end” mas no um final excelente. Um episdio resumidamente a grosso modo sobre a morte de Jack no a ltima gota criativa da mente dos roteiristas de lost. Acho que economizaram. Mas que foi bonitinho foi n. :b

  • Jonathas says:

    hahahaha putz, esse “povo crente ” … s fala besteira… hahahahaha

  • Maya Cimionatto says:

    Joo Vtor, como vc mesmo disse a sria de de fico, no real.
    Se fosse srie religiosa, daria a vc razo de estar ocupando espao demais aqui pregando suas convices religiosas.

  • garfo says:

    O final de lost foi uma PORCARIA que insultou a inteligncia de quem acompanhou a srie desde o comeo
    Assim como os comentrios do joo vtor cristo panaca.
    vai assistir o show da f

  • Joo Vitor says:

    S para vocs saberem pq voltado para o espiritismo. No existe essa histria de mortos vagando pelo mundo seguindo o que ta na Biblia Catlica e Evanglica. O final pareceu com o filme Sexto Sentido por exemplo e seguiu uma linha que no concordei e que acho que muita gente discordou tambm.

    Poderiam ter seguido a linha, que o prprio autor do Lost in Lost citou. A ilha poderia ser o Jardim de Eden, a luz poderia ser a arca da aliana, que explicaria os milagres que acontecem. O MIB poderia ser o anti-cristo e a vida paralela poderia ser uma nova chance de Deus para eles redmirem os pecados deles.

    Deixaram bem claro na frase de Jack para Desmond, que o te vejo em outra vida, deveria citar a reencarnao ou algo do tipo, que sinceramente no gostei

    Como Fico eles poderiam inventar qualquer coisa. At dizer que a ilha esta em um buraco da terra que liga outro universo e tal, mas o final com mortos vagando pela terra em uma espcie de purgatrio foi fraco demais e desafiando as leis que as principais igrejas pregam ento com certeza geraram conflitos com algumas religies e no precisava disso !!!

  • Maya Cimionatto says:

    Yabas! Vc leu meus pensamentos!
    Acho q nem tudo nessa vida tem respostas, inclusive a srie.
    Eu fiquei surpresa com os flash sideways, pq nunca imaginei que esles estavam mortos ali.
    Qto ao o que aconteceu na ilha no fim, foi bacana.
    Hurley com certeza foi um timo “zelador” do lugar, a galera conseguiu escapar e o Jack, mas uma vez, salvou todo mundo.
    Ouvi dizer que o DVD da ltima srie vai ter um special features interessante. Quem sabe os criadores vo falar um pouquinho das perguntas sem respostas, n?
    Bjo

  • Felipe says:

    Eu sou cristo @joo Vitor, e encarei os “flashes after -life” numa boa. Eu os entendi com uma representao do cu.

    O que vc esperava que Jacob fosse? Deus?!

    T de sacanagem n..

  • FLC says:

    Joo Vitor, se toca! Queima seus boxes, cancela a TV a Cabo e vai assistir s Rede Vida vai!

  • Joo Vitor says:

    No possvel que todos os fs de lost so espritas e no tem nenhum cristo para criticar esse final totalmente voltado para doutrina esprita. Parece que a inteno dos diretores foram incentivar os fs de losts a procurarem respostas em obras espritas. Gostaria de respostas de fs no espritas, se que ainda existem

    COMECEI VENDO UMA SRIE DE AO E SUSPENSE E PARA MATAR MINHA CURIOSIDADE DE COMO ELES SAIRIAM DA ILHA ACABEI ASSISTINDO AS 6 TEMPORADAS.NO FINAL ACABEI VENDO UM DRAMA ESPRITA. QUE VONTADE DE VENDER TODOS OS BOXS QUE COMPREI. UMA MISTURA DE MATRIX COM A VIAGEM. EU COMO SOU UM HOMEM CRISTO S TENHO UMA COISA A DIZER. QUE BOSTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    COMECEI VENDO UMA SRIE DE AO E SUSPENSE E PARA MATAR MINHA CURIOSIDADE DE COMO ELES SAIRIAM DA ILHA ACABEI ASSISTINDO AS 6 TEMPORADAS.NO FINAL ACABEI VENDO UM DRAMA ESPRITA. QUE VONTADE DE VENDER TODOS OS BOXS QUE COMPREI. UMA MISTURA DE MATRIX COM A VIAGEM. EU COMO SOU UM HOMEM CRISTO S TENHO UMA COISA A DIZER. QUE BOSTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Joo Vitor says:

    No possvel que todos os fs de lost so espritas e no tem nenhum cristo para criticar esse final totalmente voltado para doutrina esprita. Parece que a inteno dos diretores foram incentivar os fs de losts a procurarem respostas em obras espritas. Gostaria de respostas de fs no espritas, se que ainda existem

    COMECEI VENDO UMA SRIE DE AO E SUSPENSE E POR MINHA CURIOSIDADE DE COMO ELES SAIRIAM DA ILHA ACABEI VENDO QUE ACOMPANHEI UMA SRIE ESPRITA. QUE VONTADE DE VENDER TODOS OS BOXS QUE COMPREI. UMA MISTURA DE MATRIX COM A VIAGEM. EU COMO SOU UM HOMEM CRISTO S TENHO UMA COISA A DIZER. QUE BOSTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    COMECEI VENDO UMA SRIE DE AO E SUSPENSE E POR MINHA CURIOSIDADE DE COMO ELES SAIRIAM DA ILHA ACABEI VENDO QUE ACOMPANHEI UMA SRIE ESPRITA. QUE VONTADE DE VENDER TODOS OS BOXS QUE COMPREI. UMA MISTURA DE MATRIX COM A VIAGEM. EU COMO SOU UM HOMEM CRISTO S TENHO UMA COISA A DIZER. QUE BOSTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Danilo says:

    Muito bom mestre Yabu, gostei :)

  • Um dos melhores comentrios sobre o final de Lost at agora. Concordo com tudo o que vc falou. E vc tocou num ponto importante: os clichs me incomodaram muito. A gota d’agua foi Kate fazendo o parto da Claire DE NOVO! Pra uma srie que passou seis anos desafiando meu raciocinio isso , no mnimo, uma ofensa. O festival de clichs foi uma das coisas que me impediram de curtir o final. Espero um dia ter o desprendimento de assistir a esse final de novo e achar bom enquanto final de Lost.

  • Camilla says:

    Aha, at que enfim um comentrio mais coerente! A maioria do pessoal ta no ou ama ou odeia. Fikei ateh com medo de ler seu comentrio (te sigo no Twitter) pq ja li tanta baboseira por a… Mas a sua sensacao foi exatamente a minha. Eu amei! Eu odiei por ser o final de Lost. Poderia ser melhor, poderia. Mas eu relamente acho que o mais gostoso do final foi os curtos flashbacks qd eles se lembravam uns dos outros. Lembrar da trannsformacao dos personagens ao longo dessa jornada. Mas agora, passado o tempo posso dizer q mais gostei do que odiei, pq estou no processo de processamento de informacoes, criacoes de alguma teoria que possa trazer lgica pra isso tudo. Acho que a srie quis brincar com essa coisa do telespectador de sempre buscar um lgica e uma resposta assim como os losties na ilha…

  • Grande Yabu, tava esperando seu post pra poder comentar.

    Eu no gostei, e olha que eu me esforcei. Segurei aquela vontade mental de criar meu prprio final pra depois no encarar a frustrao dele no ser usado. Mergulhei no final de LOST de cabea, de mente aberta, pronto para qualquer coisa… QUASE qualquer coisa.

    Final “todo mundo morto” no desce, Matrix Revolutions all over again. Qualquer coisa poderia ter sido melhor. Deu a entender que todos levaram uma vida comum e s “por um acaso”, encontraram uma ilha mgica

    Praticamente qualquer final teria sido melhor, o Jack podia ter entrado na luz (que acredito que seja a “caixa mgica” que o Ben fala que realiza desejos) e ter desejado que a bomba tivesse dado certo e que o avio nunca tivesse cado e terminasse no Flash Sideways, com todas as vantagens de ter vivido na ilha e conhecido as pessoas, sem as desvantagens de… ESTAR MORTO!

    Perguntas que eu acho realmente importantes e ficaram sem respostas:

    - Qual dos signos egpcios? Jacob mora no p de uma esttua egpcia, o monstro de fumaa ficava num templo cheio de coisas egpcias em volta, a Cruz Ansata que Jacob manda no violo, tudo sem sentido j que eles so s humanos

    - Dharma e os Outros? Qual a funo deles? Dharma no apagou a luz, os Outros no protegeram, Richard no manjava de nada, mas Widmore sim? Afinal ele trouxe o Desmond

    - Desmond e Heloise? Eles so mdiuns? Ficam indo e vindo pelo purgatrio? E ainda por cima viajam no tempo? Que overpower

    - Viagem no tempo e a bomba? Qual era a importncia realmente da bomba? No incio pensvamos que ela tinha desencadeado os Flash Sideways, mas agora sabemos que no, ento… o que ela fez? O Incidente? Se na mente do telespectador, isso j era algo que tinha acontecido mesmo, por que voltar e mostrar?

    Acho que nem fui muito exigente com elas, no so s perguntas sem resposta, acho que so verdadeiros plot holes, os quais eu estaria disposto a desculpar se o final fosse ao menos aceitvel

    E no fim das contas… Heroes ainda terminou melhor que LOST XD

  • a grande mensagem foi let go. sendo assim, let go.

    :}

  • J.Fernando says:

    Concordo plenamente contigo, Yabu.
    O final no foi a melhor coisa do mundo, mas est longe de ser ruim. A srie se concluiu de uma maneira bacana e emocionante.
    O problema que tem gente que quer resposta at mesmo do que o vincent fez, a procurar coisa para no gostar!
    Abraos.



  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube