Explicando o Maria Bethânia Gate - YabloG!

Explicando o Maria Bethânia Gate

março 16th, 2011 | Por Fábio Yabu em Resenhas

You are currently browsing comments. If you would like to return to the full story, you can read the full entry here: “Explicando o Maria Bethânia Gate”.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.

97 Comentários

  • Ridiculo, vai se informar antes de falar asneiras!

  • Olha, o “ok” do Ministrio (a Bethania ou a qualquer um) obedece a critrios totalmente desconhecidos das pessoas comuns e da maioria dos artistas e produtores culturais que, ingenuamente, acham que um bom projeto passa na Lei Rouanet. Se vc fosse l tentar aprovar o mesmo projeto, o mesmssimo, mas com outro nome, e no Maria Bethnia, nunca conseguiria.

    Outra coisa. Dos R$ 100,00 de IR por ano, o cara d R$ 4,00 para o blog da Bethnia, e paga R$ 96,00 pro governo. Os R$ 4,00 que o governo deixou de receber foram pra onde? Isso tem um nome: renncia fiscal. E isso , SIM, dinheiro pblico.

    E dizer que “Qualquer cidado pode inscrever um projeto cultural” a mesma coisa que o artigo 5 da Constituio dizer: “Todos so iguais perante a lei”. Letra morta. Simples assim.

  • christiana says:

    putz, as pessoas vem algum tacando pedra, tacam tambm. nem adianta explicar que TODA a cultura brasileira financiada dessa forma, inclusive filmes e espetculos pagos. mesmo que a empresa no utilize o recurso da renncia fiscal, praxe no mercado pedir a inscrio na lei, uma especie de aval. alm disso, a bethania declamando poesia em 365 filmes de difuso gratuita representa muito mais retorno para a cultura do que 99% dos projetos culturais finaciados pela lei rouanet atualmente. mas linchamento pblico uma onda um tanto irracional mesmo…

  • Andr Falavigna says:

    S uma nota: direta ou indiretamente, o dinheiro pblico. Se no fosse para o Blog, iria para o Estado. Portanto, empresa nenhuma faz investimento nenhum, quem faz o Estado. Ou seja, o contribuinte. Isso incontornvel.

  • Gustavo says:

    A nica questo que imoral. A Lei de INCENTIVO deveria servir apenas para fomentar cultura de quem no tem INCENTIVO($). Artistas contratados de grandes gravadoras, GloboFilmes e todo tipo de pessoa fsica e jurdica que tem capital de giro e lucra alto com cultura deveriam ser proibidos de pleitear verba pblica. Sim, incentivo fiscal verba pblica.
    E muito inocente acreditar que os grandes precisam ralar pra captar a grana. E ainda por cima estes com carta de incentivo na mo fodem a vida dos projetos de quem no tem nome.

  • Evaldo Magalhes says:

    No acho que tenhamos que xingar a Bethnia. Afinal, ela no entende porra nenhuma de Internet. Quem tem de ser detonado e ridicularizado at, nesse caso, quem aprovou o projeto na Lei Rouanet. A grana autorizada pra que ela pegue patrocnio de empresas, com a contrapartida do abatimento fiscal (que, em ltima anlise, desconto em dinheiro que se tornaria pblico, sim!!!), absurda, desproporcional a um projeto web! Com R$ 1,3 milho tem gente produzindo filmes e documentrios sensacionais por a, PRA CINEMA. E o que caracteriza os projetos web justamente a no necessidade de altos gastos, como no caso da divulgao cultural. Pra qu usar cmeras 5D, diretor, iluminadores e equipe gigante, tpica de produes cinematogrficas, em vdeos que sero exibidos pela rede, com as virtudes e defeitos que a rede tem? Um exemplo: uma cmera HD de boa qualidade, com a qual se produzem excelentes videocasts e curtas pra web, no custa nem R$ 2 mil. Se um projeto dessa magnitude aprovado, a Internet, principalmente no que tem de democrtica, plural e, sobretudo, BARATA, pra quem faz cultura, recebe um golpe tremendo.

  • Tibrio says:

    Eu fao um blog.
    De graa

  • PoPa says:

    Renncia fiscal grana pblica, sim. Direto do bolso do contribuinte… Quanto ao Minc, correto dizer que a cultura nunca foi seu forte e leva a tal autorizao quem tem cacife e no quem precisa.

    Tem coisa muito podre no Minc, que gasta grana pblica para tanta coisa que no pode ser chamada de cultura. Afinal, no precisaramos de um Ministrio para isso, pois a Receita Federal poderia fazer com critrios muito mais tcnicos…

  • Marcos L Santos says:

    Deixa de ser ignorante rapaz. inseno fiscal dinheiro que deixa de ser repassado ao governo para por exemplo construir hospitais e escolas e ao invs disto vai para o tal blog. Porque ela no faz o blog com dinheiro captado por ela sem envolver o governo.

  • Rodrigo says:

    Como assim “no h iseno”? arrecadao perdida, dinheiro que estaria nos cofres do governo e passa a forrar os bolsos da Maria Bethnia. Constitui, sim, transferncia de fundos do governo!

  • A nica questo que imoral. A Lei de INCENTIVO deveria servir apenas para fomentar cultura de quem no tem INCENTIVO($). Artistas contratados de grandes gravadoras, GloboFilmes e todo tipo de pessoa fsica e jurdica que tem capital de giro e lucra alto com cultura deveriam ser proibidos de pleitear verba pblica. Sim, incentivo fiscal verba pblica.
    E muito inocente acreditar que os grandes precisam “ralar” pra captar a grana. E ainda por cima estes com carta de incentivo na mo fodem a vida dos projetos de quem no tem nome.

  • Lamento, mas voc est redondamente enganado.
    O dinheiro publico SIM. No porque no entrar em cofres pblicos que no pblico.

    A TRAMIA funciona assim

    O MinC renuncia um valor bem mais alto, o sujeito vai at a iniciativa privada e consegue uma grana para fazer o blog, assina um recibo com valor menor distribudas em notinhas frias de empresas prestadoras de servio (canalhas e nojentas). A empresa s paga rapidinho porque paga bem menos impostos do QUE DEVERIA.

  • Ricardinhus says:

    Direto ao ponto. Entendo que toda produo pode custar caro, mas por que toda essa verba pra poucos acessos (levando em conta o Brasil e “gosto musical”), iluminao, cenrio e toda direo que pouquissimos iro notar? Acho que se esse blog sair servir somente para divulgao da artista.

  • Edson says:

    S pode ser brincadeira e de mal gosto, o que mais me enoja que tem gente que acha a idia politicamente correta faam me o favor segundo a sra. que ir receber a verba “ para a poesia o povo precisa de mais poesia” vamos ento declamar uma poesia para os vrios brasileiros que moram em sob um viaduto ou aqueles que esto em um corredor de hospital lotado aguardando atendimento ou melhor vamos dizer para um pai de famlia desempregado qua mora em uma comunidade humilde que seu filho no est chorando por fome e sim por falta de poesia…..

  • adorgan says:

    e mais… Maria Bethnia quer fazer um blog? ento capte dinheiro de marketing de uma grande empresa e no de imposto (dinheiro pblico) pra patrocinar.
    A gente no pode se esquecer tbm que essa empresa vai divulgar sua marca no tal do blog as custas de dinheiro pblico!

  • adriana says:

    e mais… dar 1,3 milhoes de possibilidade de captao para a bethania tira 1,3 milhoes para outros projetos…

    um blog nao custa isso…

    alguem esta ganhando muuuito…

  • adriana says:

    mas fbio, vc esta correto no processo. todo mundo que ja mexeu com lei de incentivo sabe os tramites. mas vamos la: um blog custa 1,3 milhoes ???? srio?

  • Vivacqua says:

    bem colocado e deve ser bem divulgado. Aqui onde trabalho, foi o assunto da manh.

    Acham literalmente que a Mulher do Chico Buarque assinou um cheque no valor de R$1.300.000!

    Sei que todo mundo acha que fcil, e o pior de tudo, todo mundo acha que faz melhor!

    Bem, fica o bom texto do nosso Yabu ao menos pra mostrar!

  • Edgar Mort says:

    E eu que apoio a cultura consumindo-a em shows, cinema, teatro, DVD da princesinha do mar e, por que no, blogs, vou ter desconto no IR?

    Pode ser legal, mas tambm imoral…

  • Priscila says:

    A questo que o dinheiro poderia ser gasto para outras finalidades, como montar uma biblioteca em alguma comunidade… O dinheiro DEIXA de ir para outros fins que seriam mais TEIS a sociedade. Enfim a verba NUNCA deixou de ser PBLICA

  • adorgan says:

    Fabio, no concordo com seu ponto de vista.
    Eu tbm trabalho com lei de incentivo a cultura e existem duas questes principais a serem levantadas no seu texto.
    1. h sim diretamente investimento de dinheiro pblico, por parte dessas possiveis empresas patrocinadoras no que se refere a lei de incentivo. Esse dinheiro, seria pago ao governo como imposto. Imposto=dinheiro pblico que deve ser revertido populao. E no a produtos de interesse individual, como no blog da cantora.
    2. o fato da lei ter brechas (como tudo aqui) no isenta a responsabilidade tica e social de quem quer que seja que inscreve projeto na lei.

  • Nestor Carvalho says:

    P. S.

    Esqueci de agradecer o apoio que, segundo os comentrios, receberei tambm do crudebuster, do Gustavo Freitas e do Tony Durden…. todos que aprovam esse desvio do meu, do seu e do nosso dinheiro para a conta da Bestnia.
    Tambm quero o meu!!!

  • Michelle says:

    Nossa, quanta idiotice a gente l por aqui…

    Parabns pela sua colocao, muito crtica e inteligente. As pessoas no tem a menor noo de como funciona o governo, suas leis oramentrias e de incentivo fiscal. Deveriam se informar mais esses pseudo ativistazinhos de internet…

  • Nestor Carvalho says:

    Muuuito Bom!
    Agora j sei que voc ser o primeiro a apoiar um projeto de lei que pretendo apresentar destinando modestos 1% (no precisa ser 4) de todos os impostos arrecadados pela Receita Federal par minha conta-corrente 266 meia-mole, meia-dura. Claro que o dinheiro que IRIA para os cofres j recehados do Leo, segundo sua opinio, no dinheio pblico, logo, ningum pode reclamar.
    Conto com seu apoio!!!!!!

  • Raoni Nery says:

    mas BEM FEITO que esse escandalo tenha sido deflagrado. Agora eu quero ver alguma empresa ter a cara de PAU de dar dinheiro pra essa VA GA BA

  • Heloisa says:

    isso a Fbio. Explicou bem e s no entende quem t de m vontade ou muito burro mesmo. Gente ressentida e ressacada. Credo.

  • Raoni Nery says:

    Dinheiro privado PORRA. Nenhuma! A grana abatida dos impostos, portanto dinheiro PUBLICO, sim!

    O estado deixa de LUCRAR 1,3 milhes pra essa decadente fazer videozinho pra internet declamando poesias quem nem dela so

  • Raoni Nery says:

    Vale lembrar ainda que a justificativa dos gastos uma piada.

    Com 1,3 milhes de reais, a “musa da cabeleca” poderia simplesmente montar uma produtora… pois tal projeto pode ser executado com muita sobra por menos de 200 mil reais em qualquer produtora de mdio porte.

    Mas ela quer chamar o amigo diretor. Fazer a edio na Conspirao… a trilha com outro amigo… etc etc

    a quando vai ver fica esse ROUBO

  • Felipe Escosteguy says:

    Post excelente, belssimo texto!

    Mas ingnuo quanto a defender a artista. O que se questiona no a legalidade da manobra (no tenho conhecimento de acusaes por ai) mas sim a tica, pois bem sei que quase impossvel ter algo aprovado junto ao MinC sem “conhecer os atalhos”, o que sendo amiga de ex-ministro com certeza ela conhece.

    O que se questiona no o fato de ela ter acordado um dia e pensado “puxa, vou fazer um blog” mas sim que isso SEJA APROVADO enquanto projetos melhores e que gerariam ativos para o povo (quantos empregos esse blog vai gerar, em comparao com um festival, por exemplo?) ficam engavetados ou so recusados.

    No se questiona a legalidade. o jogo, e ela foi pelas regras. O que se questiona a tica de uma artista decadente que encontrou um “jeitinho” para voltar aos holofotes enquanto os demais, sem colegas ex-ministros, ainda lutam por migalhas.

    Duvida? Monta um festival e corre atrs. Se conseguir me avisa, pago uma cerveja como mea culpa.
    =)

  • Raoni Nery says:

    O governo est dando indiretamente dinheiro pro projeto. Afinal ele est abrindo mo de 4% da arrecadao de diversas empresas at chegar ao valor de 1,3 milhes de Reais. Num pas que sofreu cortes de bilhes de reais recentemente. Tem uma tributao astronmica tanto dos empregadores, tanto dos empregados, chega ser incoerente saber que 1,3 esto sendo “investidos” em qualquer porcaria, sem ao menos uma indagao.

  • Fabio, entendo teu argumento de “os bolsos no esto R$1,3 mi mais gordos”, mas voc mesmo oferece a resposta a isso: dinheiro de imposto que no entra. Sair e no entrar so a mesma coisa, s muda a linha do demonstrativo financeiro.

    E qualquer um de ns pode apresentar projeto de captao sim, mas poucos conseguem 1,5 mi para um videolog. E esses poucos geralmente esto no espectro “artista consagrado”, o que uma distoro do propsito de uma Lei Rouanet.

    E sempre lembranod que essa a mesma Bethania que teve recusado projeto no ano passado pela comisso do MinC e o ministro Juca Ferreira aprovou na canetada. Todos iguais, mas uns mais iguais que os outros…

  • Foi exatamente o que eu escrevi l no blog. O povo critica a manchete sensacionalista do jornal, nem viu o projeto direito.

    Fiz umas contas bsicas l no blog mostrando como um projeto profissional de blog chega fcil fcil a 200 mil a 250 mil:

    http://mude.nu/dinheiro/como-o-blog-de-maria-bethania-pode-custar-r-13-milhao/

  • Pingback: YabloG! de Fbio Yabu Explicando o Maria Bethnia Gate | Buzz Search Engine

  • Cebola says:

    Deixa eu ver se entendi: as pessoas esto desinformadas, afinal ela ter que ralar pra receber da iniciativa privada.

    Empresas privadas deixarem de pagar 1.500.000 em impostos pro governo pra encherem os bolsos da Bethania , sim, uso de dinheiro pblico. A nica coisa que muda a ordem: em vez do governo doar o dinheiro, deixa de receber. A ordem dos fatos no muda a lgica.

    Dinheiro que seria recolhido pelo governo e deveria ser usado para fins mais nobres do que enriquecer ainda mais uma pessoa.

    E convenhamos: um blog custa tanto? Sabemos que no. Alis, grandes sites no custaram isso, sabemos tambm.

  • rafael says:

    Vc ta de sacanagem n? Se o dinheiro ia pro governo e agora vai para a bethania, como diabos isso envolver verba publica? Pelo seu post, a verba que ela ir receber provem dos IMPOSTOS QUE IRIAM PARA O GOVERNO.

    Vc foi desonesto.

  • Fbio, desculpe mesmo me intrometer, mas acho que R$ 1.300.000,00 um montante enorme para fazer 365 poemas filmados, em se tratando de um pas como o Brasil, para divulgao em um blog. Se j temos uma estrutura de transmisso estatal, por exemplo, (e inferindo, para tentar no enlouquecer mais) no seria mais digno que ela recebesse um cach para fazer isso oficialmente? Esse dinheiro no surge como mgica, algum est pagando essa conta, e com certeza quem se indignou est includo. O problema, NMHO, no a Bethnia ou o blog ou at mesmo o valor, de fato, mas esse tipo de coisa existir.

  • Vagner says:

    Querendo ou no dinheiro pblico, dinheiro que deixa de entrar no cofre pblico. Sem contar que 1,3 mi para montar um blog com videos? Seria gasto tudo isso? Na, voc mantem um blog, sabe que isso um absurdo, por mais que sejam 365 videos.

  • No vou entrar no mrito da questo, mas aproveito para lhe parabenizar pelo belo trabalho realizado em Princesas do Mar (minha filha mais nova adora) e no fazia a mnima ideia que era nacional. Parabns novamente!

  • Rafael says:

    O dinheiro SAI SIM dos cofres pblicos, quer dizer que s porque antes de ir pro governo o dinheiro cai na mo da pessoa no sai do dinheiro pblico?
    Aquele dinheiro iria para os cofres e ser direcionado para algum projeto ou o bolso de algum corrupto, mas iria para os cofres sim.

  • metheoro says:

    Mas a captao atravs de renncia fiscal, e voc deixa de falar isso, n?

    Ou seja, as empresas que investirem no Blog (dvido que ele saia do papel mais pra frente), investem os 1,3 milho e deixam de pagar impostos por isso.

    Sim, eu acho que a cultura tem que ser valorizada. Mas meu querido, veja bem: do seu, do meu, do nosso bolso que ta saindo o dinheiro para fazer O BLOG… UM BLOG!

    Quanto voc ganha com “As Princesas do Mar” ? Quanto voc gasta com elas tambm?

    To falando o seguinte por a: o Andrucha (certo, qual a grande contribuio cinematogrfica dele para o universo, alm de Eu, Tu, Eles?) a Conspirao Filmes ( que meio que monopoliza o dinheiro da Lei Rouanet no Brasil) e a Bethnia (que pra mim, a nica parte realmente de talento e que importa).

    Enfim…

    Voc tem seus argumentos e eu tenho os meus, e sim. 1.3 milho para UM BLOG (atravs de renuncia fiscal), quando os PONTOS DE CULTURA DO MINC, aqueles que atendem comunidades carentes e crianas de Risco em TODO O BRASIL, esto sem receber desde Janeiro.

    Abraos

  • Prezado, entendo perfeitamente mas, e um grande mas, a lei rouanet tem uma srie de requisitos que, com toda a certeza, esse projeto relevante para a cultura nacional, assim como o filme da bruna putistinha, no atendem.

  • Pedro says:

    Incentivo fiscal no imposto de renda do trabalhador “classe mdia” no tem n? Incentivo fiscal ao mdio e pequeno empresrio ento, muito menos…
    Amigo, acredito que seu ponto de vista seja vlido por conta de ser embasado em “pressupostos de legalidade”. Entretanto, fica complicado (e muito cmodo por sinal) acreditar que esse “incentivo’ do MinC, no seja no mnimo um desaforo cultura do pas. No que a Bethnia no seja (alis um dos monstros da nossa cultura), mas claro e evidente o descaso com os pequenos projetos, as organizaes, os coletivos, entre outros que esto realmente na rua, procurando incentivo para o POVO.

  • Adriano Macedo says:

    Todas as leis de incentivo precisam ser revistas de tempos em tempos p/ desestimular os “mamadores”. Acredite… Eles aparecem como gafanhotos e usam a ferramenta de iseno fiscal para obter vantagens.

  • Prezado Fbio,

    A discordncia na autorizao da captao de verba que qualquer outro artista (no to renomado) NUNCA conseguiria atingir tal valor para que pudesse produzir qualquer tipo de obra cultural. A minha indignao pelo menos baseada no fato de que at mesmo no mbito cultural a elitizao tenha chegado a tal ponto que um artista do porte da M. Betnia destoe em valores do restante da classe!

  • Jaime Neto says:

    Oi, Yabu. Admiro bastante teu trabalho, mas teu post foi bastante ingenuo.

    1. Com isso, a Maria Bethania consegue fcil os recursos

    2. grana que ia pro governo, mas vai cair no bolso dela ANTES de chegar aos cofres pblicos, portanto grana nossa SIM. Afinal, a empresa que patrocina tem descontos no IR.

    3. Voc acha que conseguiria ao menos a metade, mesmo se comprometendo a lanar um videozinho das princesas do mar todo dia?

    Quem venceu foi o Lobby! Assim como Xuxa e os Duendes! Infelizmente o que isso mostra que no basta ter um bom projeto, preciso molhar algumas mos!

  • Bem explicado e por isso no tinha me manifestado antes. No vergonha a permisso para a captao, mas sim uma vergonha pedir permisso para captar 1.3mi para um blog. Desconheo em meus anos de trabalho com Internet, um projeto to caro quanto este.

    Mas…

  • Lucia says:

    Dinheiro jogado fora, pronto e acabou. Que a iseno seja para aumentar leitos nos hospitais pblicos, aumentar vagas nas UTIs, melhorar o transporte pblico, sei l, qualquer coisa! Um blog? Faa-me o favor!

  • Lime says:

    S uma informao: existe uma comisso que analisa os projetos, para verificar se o projeto tem alinhamento com cultura, se de algum modo beneficia a populao (mesmo que culturalmente, j que o dinheiro deixa de ir pro governo) e determina a porcentagem do valor do projeto que pode ser pago atravs de incentivo.

    S o fato de uma comisso ter autorizado a captao de 1,3 milho em recursos de incentivo cultura pra fazer UM BLOG, j motivo de piada.

    Nem vamos falar sobre a falta de vergonha na cara de pedir essa liberao de verba, mas cada um sabe o que faz. Se ela pediu, porque j sabia que iria conseguir 100% de incentivo no projeto.

    No ilicito, mas imoral e anti-tico.

  • crudebuster says:

    Informar difcil. Desinformar e falar mal duzentas vezes mais efetivo.

    Vou retuitar, Fbio.



  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube