YabloG! - Tag Archive - BH

A última sexta-feira, dia 02 de outubro, foi um dia muito especial para mim. A peça “Raimundo, Cidadão do Mundo“, baseada no meu livro homônimo, estreou com sucesso no auditório da UFMG. Cinquenta e uma (!) crianças e adolescentes declamaram apaixonados todas as passagens do livro, algo que sinceramente nem eu saberia fazer! O evento teve apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, da Secretaria da Educação e da Panda Books.

Seria impossível transmitir aqui a alegria que senti. Logo que cheguei à UFMG, fui cercado pelas crianças do elenco, que me pediram autógrafos em seus livros, braços, rostos… Houve vários momentos emocionantes naquela noite. Depois da peça, um senhor veio com seu neto – cego e autista – com lágrimas nos olhos. Disse que o Raimundo era maravilhoso, que tinha adorado ler para o netinho e que nunca tinha visto um escritor na vida. Me abraçou forte e pediu que eu nunca parasse de fazer o que eu faço. Outra menina veio com uma reclamação: “Fábio, eu nunca consigo pegar o seu livro na biblioteca. Tem até lista de espera!“.

Eu sinceramente nunca havia imaginado que um dia meus livros criariam listas de espera em bibliotecas públicas. É estranho e ao mesmo tempo, revelador. E é o que faz essa profissão, que por vezes pode parecer ingrata, valer a pena.

Pra quem mora em BH, ainda haverá mais quatro apresentações. Anote aí:

Peça Teatral “Raimundo, Cidadão do Mundo”
Dia 10 de outubro:

10h30 e 14h00
Dia 12 de outubro:

10h30 e 13h30
Local:
Parque das Mangabeiras (Av. José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras, Belo Horizonte, MG)

Veja um pequeno vídeo da apresentação, filmado mal e porcamente pelo iPhone. A iluminação está ruim, o som pior ainda, mas acho que dá pra sentir um pouquinho como foi:

Tem muito mais fotos no meu Flickr.

O Raimundo vai ter continuação?

Muita gente tem me perguntado se a história do Raimundo vai continuar. Bom, desde o começo eu planejei o Raimundo como uma série de aventuras ao redor do mundo, cada vez conhecendo novos países ao lado de sua família. Porém, antes  de escrever o primeiro livro, eu havia criado outro personagem: Apolinário, o Homem-Dicionário, que seria a minha estréia no mundo da poesia infantil.

Acontece que o Raimundo acabou ganhando vida antes, enquanto eu refinava o texto do Apolinário. Pois bem, depois de muitos meses de trabalho, o texto finalmente ficou pronto. No começo de 2010, meu novo personagem chegará às livrarias. Apolinário, o Homem-Dicionário pode ser considerado a “continuação” do Raimundo, mas traz um personagem e uma história totalmente novos. Apolinário é um homem muito culto, que, graças a um golpe do destino, aprende todas as palavras do dicionário – exceto uma. O livro fala sobre a busca dele pela “palavra perdida”, e do preço que ele vai precisar pagar para encontrá-la. Eu tenho a tendência de sempre achar isso do último livro que escrevo – mas acho que Apolinário, o Homem-Dicionário, é meu melhor trabalho. Foi o texto ao qual eu mais me dediquei, em horas, em suor, em carinho. Logo, logo, você vai poder conferir.

:)

  • Twitter
  • Facebook
  • YouTube